I COLÓQUIO NACIONAL EM ÊXITO ESCOLAR

Grupos Temáticos

CONFIRA RELAÇÃO DE TRABALHOS ACEITOS

  • GT1: Inovação Pedagógica em relação ao êxito escolar

Coordenadora: Profa. Dra. Neide Luzia Rezende (USP); Profa. Dra. Gabriela Rodella de Oliveira (UFSB); Profa. Dra. Rosa Aparecida Pinheiro (UFSCAR).

Ementa: Propõe-se neste GT a apresentação de projetos bem-sucedidos realizados pelos cursos de licenciatura na parceria com escolas públicas. Sabe-se que tem se expandido a cooperação entre as universidades e as escolas de ensino básico, seja mediante a intervenção  direta dos docentes dos cursos superiores em atividades de formação junto a professores da escola, seja mediante a participação destes professores em cursos de graduação e mesmo de pós, como os programas de formação profissional do MEC. Atividades e desenvolvimento de projetos profícuos ocorrem, pois, no âmbito da graduação, da cultura e extensão e também da pós-graduação. Portanto, neste GT, propõe-se que se deem a conhecer essas iniciativas.

  • GT2: Gestão Escolar: desafio prático/epistemológico

Coordenadores: Prof. Dr. Joaquim Gonçalves Barbosa (UERN), Profa Dra. Rosana Batista Monteiro (UFSCar), Profa Dra Iracema Santos do Nascimento (USP).

Ementa: Práxis e abordagens para uma gestão escolar em que as questões do sujeito e do sentido estejam presentes, para além de uma perspectiva meramente organizacional/ funcional. O objetivo deste Grupo Temático é promover debate sobre gestão educacional/escolar a partir de abordagens outras com vistas a compreensão e a prática de uma gestão inclusiva, implicada, plural e complexa.

  • GT3: Ascensão Social por Meio dos Estudos de Alunos com Deficiência

Coordenadora: Profa. Dra. Ana Lúcia Oliveira Aguiar (UERN), prof. Charles Lamartine de Sousa Freitas, diretor da Faculdade Diocesana Santa Luzia de Mossoró (FDM) e Profa. Ma. Rosa Maria da Costa Siqueira – Centro Regional de Educação Especial de Mossoró (CREE-MOS)..

Ementa: Política nacional de atenção educacional às pessoas com necessidades especiais. Legislação.  Marcos Político Legais da Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva.  Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. Lei Brasileira de Inclusão, Lei Nº 13.146/2015 – Estatuto da Pessoa com Deficiência. Formação Humana e Desenvolvimento Profissional Docente. Práticas Educativas, Cultura, Diversidade e Inclusão.  Formação de professores numa perspectiva de atendimento às pessoas com deficiência. Prática Pedagógica e acesso ao conhecimento numa perspectiva do princípio de Educação para Todos. Acessibilidade.

  • GT4: Acesso e permanência de alunos de origem popular na Universidade

Coordenadora: Profa. Dra. Ana Maria Morais Costa (UERN); Profa. Dra. Geovânia da Silva Toscano (UFPB); Profa. Dra. Simone Cabral Marinho dos Santos (UERN).

Ementa: A educação como direito social, significa por um lado a garantia de uma educação pública, gratuita, laica, democrática, inclusiva e de qualidade para todos/as e, de outro, a universalização do acesso e a garantia da permanência bem sucedida em todas as etapas e modalidades. No contexto da educação superior e das desigualdades sociais historicamente construídas implica num amplo movimento de ações de reconhecimento e reparação de diversos grupos sociais com histórico de baixa inclusão social, vulnerabilidade econômica e vivência de preconceitos e discriminação. O objetivo deste Grupo de Trabalho é proporcionar um espaço para a reflexão sobre o acesso e permanência de estudantes de origem popular na universidade. Pretende-se reunir trabalhos acadêmicos com abordagens de caráter teórico e/ou empírico acerca das iniciativas adotadas pelas universidades com relação ao acesso e à permanência de estudantes de origem popular, como resposta aos Decretos e Políticas Públicas e Institucionais de Ações Afirmativas no Ensino Superior; trajetórias de estudantes de origem popular na Universidade; fatores motivadores do sucesso acadêmico de estudantes com histórico de baixa inclusão social e vivência de preconceitos e discriminação relacionados à renda, etnia, gênero, sexualidade não heteronormativa e local de moradia.

  • GT5: Como alunos de origem popular conseguem êxito escolar

Coordenadores: Prof. Dr. Constantin Xypas (UERN); Mestranda Danielle dos Santos Costa (PPGCISH/UERN); Mestranda Elisandra Vanessa da Costa Rodrigues (PPGCISH/UERN); mestrando Bruno Jefferson (PPGCISH/UERN).

Ementa: Este GT pretende estudar como filhos de pais pobres e semianalfabetos conseguem êxito escolar até o mestrado apesar das inúmeras dificuldades enfrentadas. Quais teorias permitem de entender esses sucessos que, segundo a sociologia da educação, têm probabilidade fraca de acontecer? No âmbito da Sociologia do Improvável podemos compreendê-las a partir de várias perspectivas teóricas: Condições sociológicas do êxito (Bourdieu); Relação com o Saber (Charlot); Busca do Reconhecimento (Honneth); Revanche Escolar (Bergier e Xypas); Esquema Actancial (Greimas); Aparelho Psiquico Grupal (Kaës), entre outras.

  • GT6: Narrativas Educativas, escrita de si, resistência e empoderamento

Coordenadoras:  Profa. Dra. Barbara Cristina Moreira Sicardi Nakayama. (UFSCar) e
Profa Dra Arilene Maria Soares de Medeiros (UERN).

Ementa: A produção de narrativas educativas e (auto)biográficas como poder de ordenar o mundo, de atribuir-lhe sentido, de divulgar uma visão autorizada de si e do outro. Escrita de si como forma de resistência. A escrita como ferramenta de conscientização, de elaboração de uma visão contra hegemônica. A escrita na formação e no desenvolvimento dos processos de empoderamento.

  • GT 7: Cuidado Ambiental e Êxito Escolar

Coordenadoras: Profa. Dra. Maria Betânia Ribeiro Torres (UERN); Mestranda Rosa Adeyse da Silva (PPGCISH/UERN); Graduanda Daisy Daniele da Silva (Gestão Ambiental).

Ementa: A realidade das condições físicas dos prédios escolares, a não conservação das escolas públicas, revela condições precárias de funcionamento: instalações escolares deficientes, salas de aula e equipamentos degradados, instalações elétricas danificadas, condições sanitárias deficientes e pouco higienizadas, falta de água, entres outros. Por outro lado, temos a hipótese de que escolas bem cuidadas contribuem para o êxito escolar dos alunos e alunas. Interessa a este GT estudos, pesquisas e relatos de experiências sobre a relação gestão socioambiental, o cuidado com o ambiente escolar e o êxito escolar.

  • GT8. Trabalho, educação e emancipação social

Coordenação: Prof. Dr. Francisco das Chagas Souza Silva (POSENSINO; PROFEPT/IFRN); Prof. Dr. Albino Oliveira Nunes (POSENSINO; PROFEPT/IFRN). Mestrandas: Cléia Maria Alves (PROFEPT/IFRN); Anna Rafaella de Paiva Dantas (PROFEPT/IFRN).

Ementa: O GT tem como objetivo discutir a relação entre trabalho, educação e emancipação social dos sujeitos. Portanto, serão bem-vindas as comunicações resultantes de pesquisas acadêmicas, concluídas ou em andamento, que tenham como foco o trabalho como princípio educativo, a relação teoria e prática, o currículo integrado, as experiências de ensino nas instituições de EPT, as políticas voltadas para a inclusão social a partir da formação integral dos trabalhadores, as metamorfoses do mundo do trabalho, os projetos contra hegemônicos de educação voltados para o trabalho e a formação cidadã.